Sensibilidade nos dentes: veja as causas e como tratar

A sensibilidade nos dentes ou dentária normalmente se manifesta com a ingestão de alimentos e líquidos muitos frios, quentes, ácidos ou doces. Ela é provocada pela exposição dos tubos dentinários e causa desconforto em muitas pessoas.

Como acontece

O habitual é que a dentina, camada calcificada mais interna dos dentes, seja coberta pelo esmalte da coroa e a gengiva por volta do dente. Mas, com o passar do tempo, o esmalte pode diminuir a proteção dentinária, em decorrência de um desgaste excessivo. Além disso, pode ocorrer uma retração gengival, a qual expõe a raiz do dente.

A dentina possui uma quantidade significativa de tubos microscópicos que se estendem desde a parte externa dental até a polpa (centro do dente). À medida que a dentina se expõe, os fluidos existentes nesses tubos podem ser atingidos por alterações de temperatura ou alimentos específicos, o que ocasiona a sensibilidade nos dentes.

Causas da Sensibilidade nos Dentes

A exposição dos túbulos dentinários pode ter diversas origens. As mais conhecidas são:

  • Bruxismo, uma vez que a pressão frequente ou ranger dos dentes faz com que o esmalte sofra desgaste e fraturas.
  • Escovação inadequada, com creme dental muito abrasivo ou além da quantidade de vezes necessárias por dia.
  • Fraturas nos dentes, as quais deixam a dentina exposta.
  • Gengivite, já que esta pode ocasionar retratação da gengiva.
  • Ingestão de bebidas ácidas, como refrigerantes, as quais provocam a erosão do esmalte dentário.
  • Retratação da gengiva, por causa do envelhecimento ou da má escovação.

Existe ainda a possibilidade de a sensibilidade nos dentes ser causada por alguns tratamentos odontológicos, como os de clareamento, colocação de aparelhos ortodônticos, restaurações de dentes e tratamentos profiláticos (preventivos). A sensibilidade pode aparecer durante ou após esses procedimentos.

Como tratar

Existem diversas maneiras de amenizar a tratar a sensibilidade nos dentes, inclusive algumas medidas caseiras. Contudo, recomenda-se consultar um cirurgião-dentista para diagnosticar a causa do problema e tratá-lo de maneira efetiva.

As possibilidades de tratamento incluem proteção com vernizes cavitários, colocação de gel ou espuma de flúor com moldes, procedimentos restauradores e aplicação de laser. Os agentes dessensibilizantes devem ser indolores, de fácil aplicação, ter ação rápida e efeito prolongado, além de não poderem modificar a coloração dental.

A despolarização das terminações nervosas também é um método bastante comum para tratar a sensibilidade nos dentes. A utilização do nitrato de potássio, por exemplo, é considerada uma terapia eficiente nesse tipo de tratamento.

O nitrato de potássio não chega a bloquear os túbulos dentinários e nem diminui a condutividade hidráulica da dentina. Ainda assim, esse agente inativa as terminações nervosas da polpa, o que se apresenta como solução para o problema.

O dentista é o profissional habilitado para aplicar e prescrever os melhores tipos de tratamento de acordo com cada caso. Entre eles, podem estar géis e cremes dentais à base de fluoreto de sódio e nitrato de potássio, comumente utilizados nesse processo.

Sentir desconforto nos dentes por meio de estímulos químicos, térmicos ou táteis inibe ações que deveriam ser simples, como a de mastigação e ingestão de líquidos. Tratar o problema é respeitar a sua saúde. Compartilhe este artigo com um amigo que reclame de sensibilidade nos dentes, ajude a promover o seu bem-estar.

Confira alguns produtos para sensibilidade nos dentes a base de nitrato de potássio: