Como realizar a higiene de implantes orais

Perder um ou mais dentes resulta na necessidade de colocar próteses ou implantes dentários. Os substitutos dos dentes naturais são capazes de garantir o conforto no processo de mastigação e o bem-estar à pessoa que precisa utilizá-los. Contudo, é de responsabilidade do paciente cuidar dos implantes para prevenir doenças e possíveis incômodos.

A higienização dos implantes dentários deve ser realizada com a mesma intensidade que à dos dentes naturais. A falta de cuidado com a limpeza na região da boca pode implicar em acúmulo de placas bacterianas, gengivite, mucosite e até peri-implantite, que é a inflamação nos tecidos ao redor do implante.

 

Cuidados pós-operatórios

A realização da higiene bucal após realizar o procedimento de colocação do implante requer alguns cuidados especiais, uma vez que a boca fica sensível com o processo. Assim, recomenda-se utilizar escova dental com cabeça pequena e cerdas ultramacias. Neste momento, o mais importante é desmanchar as placas bacterianas de forma suave, sem agredir o dente substituto.

O procedimento de higienização deve ser complementado com escova interdental, a qual permite que a região entre as gengivas e os dentes sejam limpas sem gerar traumas aos tecidos de sustentação dentária.

Recomenda-se ainda utilizar enxaguantes com clorexidina no período pós-operatório. O gluconato de clorexidina é um componente presente nos antissépticos bucais, com ação bactericida e antifúngica. Contudo, as recomendações do dentista devem ser levadas em conta para escolher o melhor antisséptico e definir o tempo de uso para cada caso.

 

Como realizar a higiene

A manutenção da higiene bucal após os primeiros dias de colocação do implante deve constante e intensa. Conheça algumas dicas de como preservar os implantes orais:

Escova Interdental

  • Prefira cremes dentais e enxaguantes bucais indicados pelo cirurgião-dentista;
  • Faça movimentos suaves durante a escovação;
  • Separe um tempo de qualidade para a higiene bucal. Realize uma escovação dividida por áreas dos dentes e, se possível, faça a higiene em frente a um espelho, para auxiliar no processo e evitar ferimentos na boca;
  • Escove a língua e as gengivas: elas também acumulam restos de alimentos e podem causar complicações;
  • Utilize fio dental nos dentes naturais e nos implantes dentários: lembre-se de que os cuidados com a higiene devem ser iguais para ambos;
  • Use irrigador oral para completar a utilização do fio dental. O jato d’água chega nos lugares de difícil acesso, onde a escovação não consegue alcançar.
  • Realize os procedimentos de higiene bucal após cada refeição: evite complicações por simples descuidos.

 

Consulte o dentista

Pessoas que precisam colocar implantes dentários devem consultar o dentista regularmente. O intervalo entre uma consulta e outra varia conforme cada paciente, portanto, é fundamental seguir as recomendações do profissional.

O cirurgião-dentista é o profissional habilitado para realizar uma limpeza mais intensa quando necessária (profilaxia dentária), bem como para fornecer orientações sobre cuidados especiais de higiene e verificar se há algum risco de complicações na região da boca. Além disso, ele poderá fazer ajustes nos parafusos ou na oclusão, se necessário.

O acompanhamento de pacientes com implantes dentários pelo dentista é requisito básico para a manutenção da higiene e da saúde bucal. Compartilhe este artigo com alguém que você conheça e utilize implante dentário: demonstre carinho e cuidado a quem você quer bem.

Deixe uma resposta