Boca seca o que pode ser?

Boca seca o que pode ser? A xerostomia ou sensação de boca seca pode ser resultado de doenças associadas às glândulas salivares ou efeitos de fatores secundários como ansiedade e estresse. Entre as doenças nas glândulas salivares, estão diabetes mellitus, Síndrome de Sjögren, tratamento na região da cabeça e pescoço e uso de medicações específicas.

Doença nas glândulas salivares

As complicações nas glândulas produtoras de saliva podem gerar inchaço glandular, dor e boca seca, além de outros incômodos. A xerostomia é o desconforto de longa duração mais comum entre as pessoas que sofrem com complicações relacionadas à saliva.

Os pacientes com Síndrome de Sjögren e aqueles que realizam radioterapia na região da cabeça e pescoço são os mais afetados, de modo que o tratamento mais recomendado é o uso de repositores salivares ou saliva artificial.

Boca seca o que pode ser quando ela não passa

A sensação de boca seca pode ser subjetiva, isto é, quando a pessoa sente o desconforto, porém não apresenta redução evidente do fluxo salivar. Neste caso, a xerostomia está relacionada a fatores psicológicos. Contudo, as situações mais comuns em que o problema aparece são por:

Medicamentos

A xerostomia é o efeito colateral bucal mais frequente em se tratando de medicamentos. A doença é associada à ingestão de diversos tipos de medicações, como antidepressivos, anti-histamínicos, atropínicos, benzodiazepínicos e betobloqueadores.

Os pacientes idosos são os mais afetados com o desconforto, por tomarem medicação múltipla. A boca seca pode ser percebida exatamente no período de início e término da medicação responsável pelo incômodo.

Radioterapia

A boca seca pode ser ainda provocada por radioterapia, uma vez que as glândulas salivares são bastante vulneráveis a danos por radiação, sendo que a parótida é a mais sensível. A radioterapia pode chegar a causar interrupção permanente ou severa do fluxo salivar, dependendo da intensidade da exposição à radiação.

O efeito pode aparecer já na primeira semana de tratamento oncológico.  Após quatro ou cinco semanas de radioterapia, o fluxo salivar cessa quase por completo e a produção de saliva não volta à normalidade mesmo após o tratamento. Além disso, outros tratamentos por radiação, como a iodoterapia, também podem causar o problema.

Quimioterapia

A sensação de boca seca é um sintoma muito comum entre os pacientes submetidos a sessões de quimioterapia. Em alguns casos, a saliva fica mais espessa, provocando o incômodo.

O desconforto aumenta de acordo com a dosagem da droga quimioterápica aplicada e sua intensidade é associada a complicações como disfagia (dificuldade para deglutir), disfonia (enfraquecimento da voz) e disgeusia (alteração no paladar).

Síndrome de Sjögren

A Síndrome de Sjögren é um distúrbio crônico, multissistêmico e autoimune caracterizado por gerar olhos e boca secos. Tais efeitos podem ser graves e até debilitantes se não forem cuidados.

A síndrome é classificada primária quando atinge levemente olhos e boca e secundária quando são diagnosticadas xeroftalmia e xerostomia, além de complicações associadas ao tecido conjuntivo, como artrite reumatoide e lúpus.

As causas da xerostomia são variadas e devem ser identificadas assim que o problema aparecer, para evitar maiores complicações no organismo. A sensação de boca seca pode ser tratada de diversas maneiras, desde a hidratação até o uso de saliva artificial. Identifique os sinais do seu corpo e o mantenha saudável!

Confira outros posts sobre o tema:

https://goo.gl/HFA5KB

 

 

Deixe uma resposta