Quais são os problemas dentais mais comuns após os 50 anos? Descubra!

Torna-se muito comum aparecer alguns incômodos bucais, como a sensação de boca seca e a retração gengival, com o passar dos anos. Contudo, ter dentes e gengivas saudáveis é possível em todas as idades.

A saúde oral de quem está passando pela meia idade deve ser encarada sem tabus ou medos desnecessários. A prevenção de doenças bucais nessa fase é simples de ser feita, como em qualquer outra, principalmente quando se tem algum conhecimento sobre elas.

Doenças mais comuns após os 50

Conheça as três complicações bucais mais comuns causadas pela idade avançada:

1 Boca seca (xerostomia)

A sensação de boca seca constante pode aparecer em todas as idades e por diversos motivos. No entanto, à medida que a faixa etária aumenta, existem três agravantes para o surgimento da xerostomia.

A redução natural da produção salivar pelo organismo, o efeito de doenças diversas, como diabetes e hipertensão, e o efeito de medicamentos variados, que acabam sendo tomados em maior frequência e quantidade em decorrência do envelhecimento.

2 Gengivite

A inflamação da gengiva é um problema causado principalmente pela falta de higienização adequada. Entre as pessoas com mais idade, o surgimento da gengivite torna-se mais comum também por fatores agravantes como diabetes e doenças cardíacas, implantes dentários (que requerem mais cuidado na limpeza próxima à gengiva) e estilo de vida com hábitos não saudáveis, como fumo.

3 Câncer

O câncer de boca é uma doença grave que atinge lábios e o interior da boca. Sua principal causa é o aparecimento de feridas que não cicatrizam na região bucal, somado à falta de higiene e hábitos como tabagismo e alcoolismo.

Como prevenir

A prevenção e o cuidado com os dentes e boca das pessoas com mais de 50 anos devem acontecer de maneira simples e rotineira. Hábitos como escovar os dentes após as refeições, passar fio dental pelo menos uma vez ao dia e usar enxaguante bucal sem componentes nocivos à saúde devem ser mantidos durante toda a vida.

As medicações e cuidados especiais com a saúde oral, por outro lado, devem ser tomados somente quando há diagnóstico e prescrição de profissional habilitado.

Dicas sobre produtos

Existem tantos produtos para a higienização bucal à venda, que muitas vezes fica difícil saber qual comprar. Pensando nisso, separamos três dicas úteis para você ter em mente quando for escolher os itens que irão lhe ajudar no momento de higienizar a boca, caso já tenha passado dos 50 anos:

Escovas de dente

Opte por itens de alta qualidade, afinal, elas serão usadas por meses e podem causar danos, caso não seja feita a escolha adequada. Opte pelas escovas com cerdas macias ou ultramacias, a fim de evitar a retração da gengiva e a hipersensibilidade dentária.

Fio dental

Este produto deve ser usado diariamente, mesmo que demande um pouco mais de tempo e paciência. Além disso, já existem modelos com embalagens transparentes, para saber quanto ainda tem de fio dental em casa; com pontas específicas para recorte, a fim de evitar o desperdício e facilitar a passagem do fio; e com tramas que se expandem durante o uso, o que garante maior limpeza, principalmente em espaços interdentais maiores.

Salivas artificiais

Os repositores salivares, como também são conhecidas as salivas que substituem as naturais, estão disponíveis em spray ou gel. São indicados para quem é diagnosticado com xerostomia e, entre seus benefícios, estão a redução do desconforto na boca e a composição semelhante à saliva natural, substituindo temporariamente suas funções.

Quais critérios você leva em conta para escolher os produtos de higiene bucal? Compartilhe conosco nos comentários.

Esses e outros produtos você pode encontrar em nosso site: https://goo.gl/MtBm4X

Deixe uma resposta